webJudaica.Com.Br
Seu portal Judaico na Internet
17/Dec/2017
Kislev 29, 5778

Sign in with Facebook

Festas Judaicas (Chaguim)

Chanucá

Por que 8 Dias?

Você percebe que há mais na vida do que aquilo que você consegue tocar, sentir ou cheirar? Que há uma dimensão da realidade que não pode ser vivenciada por nenhum de seus sentidos - mas que é tão real quanto o sentimento que você tem quando segura na mão de alguém que ama? Você já ponderou que a alma, o núcleo não-físico do seu ser, não pode ser detectado pela tecnologia do raio-x? Você acredita em D'us?

Se você respondeu sim para qualquer uma destas questões, então Chanucá é a festa para você!

Aqui vão os motivos:

O mundo foi criado em sete dias. Existem sete notas na escala musical, sete dias na semana. Então, o número sete representa o mundo físico que podemos tocar, cheirar e sentir.

O número oito, por outro lado, transcende o mundo natural. É por isso que os dias miraculosos de Chanucá são oito. Embora o oito emane de além dos nossos sentidos, sua alma pode alcançá-lo e ser tocada por sua força...

Decreto anti Brit Milá

Os gregos tinham um desgosto particular da prática judaica do Brit Milá, a circuncisão dos garotos judeus os oito dias após seu nascimento. De fato, eles colocaram a prática do Brit Milá como fora da lei.

Por que tamanha oposição?

Primeiramente, a circuncisão ofendia o ideal grego de perfeição do corpo humano. A nudez pública era aceita na sociedade grega pois cada corpo era considerado uma obra de arte. Os atletas olímpicos gregos competiam completamente despidos. Para os gregos, a circuncisão era a mutilação de uma obra de arte, como grafitar em uma obra de Renoir.

Para o judeu, o Brit Milá é uma das mais essencias expressões da identidade judaica. Um ser humano pode apenas atingir sua maior beleza caso seja afetado por uma relação com D'us. O corpo perfeitamente esculpido reconhece e abraça a realidade de sua alma transcendental.

Durante o período de opressão grega, o Brit Milá era intolerável. Se tornou um crime capital.

Dias de "Oito"

"Os grandes sábios proclamaram estes dias para a música e a alegria."
- de "Maoz Tzur - Rocha da Salvação", cantada a cada noite, após o acendimento da Menorá de Chanucá.

Quando os judeus recapturaram o Tempo Sagrado dos gregos, a primeira coisa que fizeram foi acender a Menorá de ouro. Eles tinham óleo apenas para um dia, e levaria outros sete para preparar mais. Mas um milagre aconteceu. Ao invés de queimar por um dia, a Menorá permaneceu acesa por oito dias. Hoje, acendemos nossas Menorot por oito dias para lembrar deste milagre e para nos inspirarmos por sua mensagem.

Num nível mais profundo, os dias de Chanucá são oito dias de transcendência. Dias de oportunidade para olharmos para dentro de nos mesmos e para além, para sentir que há mais em nossa existência que o mundo ou a natureza jamais poderiam conter.

Os gregos detestavam o Brit Milá por causa de "seu oito", sua transcedentalidade. O milagre do óleo que durou por outro dias como uma lembrança de que a vida judaica vem da "Rocha" da transcendentalidade.

Autor: Rabbi Shimon Apisdorf
Fonte: Aish HaTorah