webJudaica.Com.Br
Seu portal Judaico na Internet
17/Dec/2017
Kislev 29, 5778

Sign in with Facebook

Festas Judaicas (Chaguim)

Lag Ba'Omer

O Dia de Lag BaOmer

Lag BaOmer é uma festividade menor do calendário judaico, que, como seu nome sugere, é celebrada no 33o dia das sete semanas da contagem do Omer, entre Pessach e Shavuot. Sua data no calendário hebraico é 18 de Iyar.

Nos tempos dos Templos, em Jerusalém, um omer (unidade de medida) de cevada era oferecido por todos os agricultores em Israel no segundo dia de Pessach. Até que esta oferenda era feita, pães e grãos não podiam ser consumidos (Levítico: 23-14). A partir deste dia, os agricultores contavam 49 dias até Shavuot, o festival da colheita, quando novamente peregrinavam à Jerusalém.

A razão para o semi-luto (não se fazem grandes celebrações, nem se corta o cabelo) observada durante o período do Omer vem do Talmud (Yevamot 62b), que descreve como uma praga matou os 24.000 alunos de Rabi Akiva (no ano I da Era Comum). A praga parou em Lag BaOmer.

Durante o período do Omer, há 350 anos atrás, os massacres de Chmielnicki aconteceram na Rússia, e milhares de homens, mulheres e crianças judeus foram mortos.

Em Lag BaOmer, a revolta judaica liderada por Bar Kochba assegurou uma vitória contra os romanos, após uma série de derrotas.

Há uma tradição que sugere no mesmo período, enquanto os hebreus vagavam pelo deserto, o maná começou a cair do céu neste dia.

Rabi Shimon Bar Iochai (autor do Zohar, primeiro livro da Cabala) morreu em Lag BaOmer. Cabalistas e hassidim se reunem em seu túmulo, em Meron (na Galiléia - Israel), em Lag BaOmer acendendo fogueiras, realizando o primeiro corte de cabelo de seus filhos, dançando e cantando por toda a noite.

Fogueiras são a principal maneira com que este dia é celebrado em Israel e na Diaspora, tanto por judeus religiosos quanto pelos seculares. O fogo representa a conversão do material em energia, similar a um conceito cabalístico de faíscas de santidade, inerentes ao mundo material.