webJudaica.Com.Br
Seu portal Judaico na Internet
22/Sep/2017
Tishrei 2, 5778

Sign in with Facebook

Festas Judaicas (Chaguim)

Lag Ba'Omer

O que é Sefirat HaOmer?

Agora que Pessach está se encerrando, entramos num período chamado Sefirat HaOmer.

No segundo dia de Pessach, a oferenda do Omer (da nova colheita de cevada) era trazida ao Templo Sagrado, em Jerusalém. Aí se iniciava um período de contagem e preparação para Shavuot, o aniversário do recebimento da Torá e da celebração anual da re-aceitação da Torá pelo Povo Judeu. Este período é chamado Sefirat HaOmer, a contagem do Omer.

Quarenta e nove dias são contados e o qüinquagésimo dia é Shavuot, o Yom Tov que comemora a outorga da Torá. Hoje em dia praticamos esta mitsvá depois de Arvit, a prece noturna.

Este é um período de semi-luto Judaico (não se realizam casamentos nem mesmo cortes de cabelo). Foi durante este período que 24.000 alunos de Rabi Akiva morreram por não demonstrarem o devido respeito um ao outro. É um tempo para refletirmos sobre como encaramos e tratamos nosso semelhante e sobre as tragédias que nos atingiram por causa do ódio infundado. É um ótimo período para se fazer um ato extra de bondade, ajudando a trazer a perfeição ao mundo e a unidade entre os Judeus.

Estes 50 dias também correspondem às sete semanas depois do Êxodo do Egito, quando o Povo Judeu se preparou para receber a Torá no Monte Sinai. Quando partimos do Egito, estávamos no 49o. nível de Tumá (degradação espiritual), ou seja, o penúltimo pior nível possível a um ser humano. A cada dia escalamos um degrau em espiritualidade e santidade. Muitas pessoas estudam os "48 Caminhos da Sabedoria" (Pirkei Avot, 6:6) durante estes dias, como um meio para o crescimento pessoal e espiritual.

Fonte: Meor HaShabat Semanal