webJudaica.Com.Br
Seu portal Judaico na Internet
16/Dec/2017
Kislev 28, 5778

Sign in with Facebook

Festas Judaicas (Chaguim)

Purim

A Meguilá em 60 segundos

CÁPITULO 1 -- REI ACHASHVEROSH DÁ UMA FESTA

1. Uma grandiosa celebração de seis meses marca o terceiro ano do reinado de Achashverosh, rei da Pérsia.

2. A rainha Vashti nega o pedido do rei de demonstrar sua beleza para os visitantes lá reunidos.

3. Os conselheiros do rei o recomendam que Vashti seja substituída por uma nova rainha.

CÁPITULO 2 -- ESTHER SE TORNA RAINHA

1. Por todo o Império Persa, oficiais foram nomeados para identificar belas candidatas para suceder Vashti como rainha.

2. Uma moça judia, Esther, sobrinha de Mordechai, é trazida para a capital da Pérsia como uma das candidatas.

3. Mordechai sugere a Esther que esconda sua identidade.

4. Esther é escolhida para sera rainha.

5. Mordechai descobre uma conspiração para tirar o rei do trono. Mordechai informa Esther, Esther conta para o rei, e os conspiradores são enforcados.

CÁPITULO 3 -- A SUBIDA DE HAMAN

1. Achashverosh nomeia Haman para ser seu primeiro ministro. Todos se curvam em homenagem a Haman.

2. Mordechai se recusa consistentemente a se curvar para Haman.

3. Enraivecido, Haman faz votos de matar todos os judeus da Pérsia.

4. Haman convence Achashverosh a destruir os judeus.

5. Um edito real é disseminado por toda a Pérsia. O dia 13 de Adar é designado como a data para o extermínio de todos os judeus e para a pilhagem de todas as suas possessões.

CÁPITULO 4 -- A MISSÃO DE ESTHER SE TORNA CLARA

1. Mordechai rasga suas roupas e coloca um pano com cinzas, em sinal de luto público.

2. Mordechai manda uma cópia do decreto para Esther e pede que esta interceda perante o rei.

3. Esther responde que abordar o rei sem ter sido chamada equivale a se arriscar à morte.

4. Mordechai lhe diz que ela não teria escolha.

5. Esther pede a Mordechai que peça aos Judeus que jejuem e rezem por três dias antes que ela se aborde o rei.

CÁPITULO 5 -- A ESTRATÉGIA DE ESTHER, FÚRIA DE HAMAN

1. O rei Achashverosh recebe Esther e lhe oferece virtualmente qualquer pedido.

2. O pedido de Esther: que o rei e Haman se juntem a ela para um banquete.

3. Depois do banquete, Haman vê Mordechai que novamente se recusa a curvar-se.

4. Quando Zeresh, esposa de Haman, sugere que Mordechai seja enforcado, a forca é preparada.

CÁPITULO 6 -- A REVERSÃO COMEÇA

1. O rei não consegue dormir e pede para ouvir as crônicas reais.

2. Pela primeira vez o rei escuta da conspiração de assassinato que Mordechai tinha revelado.

3. Na mesma noite, Haman vem ao rei para falar sobre o enforcamento Mordechai.

4. Antes que Haman pudesse falar, o rei pede a Haman para homenagear Mordechai vestindo-o com vestimentas reais, sobre garanhão real, e pessoalmente guiando-o pelas ruas de Shushan, capital da Pérsia.

CÁPITULO 7 -- O REVERSO DA SORTE

1. No segundo banquete, Esther revela sua identidade e anuncia que ela e seu povo estão prestes a serem.

2. Esther identifica Haman como seu arqui-inimigo.

3. O rei manda Haman ser enforcado na forca que tinha sido preparada para Mordechai.

CÁPITULO 8 -- O REVERSO SE COMPLETA

1. Mordechai é nomeado primeiro ministro para substituir Haman.

2. Um segundo edito real é promulgado, dando poderes aos judeus de lutar e mater a todos que tentassem machucá-los.

CÁPITULO 9 -- O FERIADO DE PURIM

1. No dia 13 de Adar, um dia que havia sido designado para a destruição do povo judeu, se transformou num dia de vitória dos judeus contra seus inimigos.

2. Os 10 filhos de Haman são enforcados.

3. O 14o e o 15o dias de Adar são designados para celebrar a salvação. Estes são os dias de Purim.

4. Mordechai inicia as práticas de Purim - consistindo de uma refeição festiva, a troca de presentes ou comida, e a doação de ajuda monetária aos carentes.

CÁPITULO 10 -- MORDECHAI E A PERSIA

1. A Pérsia, com Mordechai como primeiro ministro, floresce.

2. O papel de Mordechai na história persa é escrito nas crônicas do rei.

Adaptado de "One Hour Purim Primer," de Rabbi Shimon Apisdorf.

Fonte: Aish HaTorá