webJudaica.Com.Br
Seu portal Judaico na Internet
25/Sep/2017
Tishrei 5, 5778

Sign in with Facebook

Festas Judaicas (Chaguim)

Purim

Os Personagens da Meguilá

Ester

A heroína do Livro de Ester. Tão logo é escolhida por Achashverosh como sua rainha, passa a ser chamada de rainha Ester na Meguilá. A Meguilá descreve-na como uma mulher de valor. Sua inteligência a ajuda a criar conflito, tensão e ciúmes entre Achashverosh e Haman. Graças a isso, o milagre aconteceu, e Ester pode salvar os Judeus da Pérsia da destruição. Segundo a Meguilá, o nome original de Ester era Hadassa. Seu pai, Avichail, era tio de Mordechai. Quando os pais de Ester morreram, Mordechai a criou em sua própria casa.

Mordechai, o hebreu

A origem do nome é babilônia, da divindade babilônica Morduk, mencionada no escritos do período persa. Sabe-se que os Judeus da Pérsia custumeiramente davam nomes babilônios a seus filhos. Mordechai era da tribo de Benjamim. Sua família, chefiada por Kish, foi exilada da Terra de Israel com Yeoachin, rei de Judá, em 597 AEC, cerca de 100 anos antes de Achashverosh chegar ao poder. Kish era o pai do rei Shaul, portanto Mordechai era parente deste rei, que lutou contra os amalequitas e seu rei Agag (Samuel I 15). Segundo os sábios, Haman era um dos descendentes de Agag. Assim, após várias gerações, a história permitiu o encontro de descendentes de inimigos históricos - Mordechai e Haman. O Livro de Ester descreve a continuação do conflito histórico, e sua conclusão bem sucedida com a vitória do Hebreu sobre o Amalequita.

Achashverosh

Rei da Pérsia e Média, usualmente identificado como Xerxes, que reinou de 486 a 465 AEC. Achashverosh é descrito como intolerante com os povos que habitavam sob seu controle. No Livro de Ester é retratado como omisso e inconstante. Sua corte real possuía uma atmosfera de despedício, vaidade, extravagância, com festas nas quais o vinho fluia livremente - uma atmosfera alheia ao Judaísmo. Seu reinado é mostrado como aleatório, com decisões tomadas com frivolidade e ambiente de muita embriaguez. Achashverosh era filho de Dario, neto de Ciro, o rei que reinava quando os Judeus construíram o 2o Templo.

Haman, filho de Hamdata, o Agaguita

O primeiro-ministro de Achashverosh. Propos ao rei destruir o Povo Judeu do reino em um único dia, 13 de Adar. Segundo os sábios, Haman era temeroso e cauteloso, apesar de a Meguilá retratá-lo como poderoso e astuto.

Vashti

Bela esposa de Achashverosh, que recusou a participar de um banquete promovido por Achashverosh para o povo de Shushan. Como punição, foi banida do palácio e Ester foi coroada em seu lugar.

Bagtan e Teresh

Dois dos eunucos do rei, que guardavam a porta do palácio e planejavam assassinar o rei. A trama foi descoberta por Mordechai, que contou a Ester. Ester, por sua vez, relatou a trama ao rei em nome de Mordechai. Os dois eunucos foram executados, e a boa índole de Mordechai foi registrada nas crônicas do rei. O mérito desta boa índole ajudou Mordechai a se aproximar do rei, e, junto com Ester, salvar os Judeus da destruição.

Fonte: Eitan SP