webJudaica.Com.Br
Seu portal Judaico na Internet
19/Sep/2017
Elul 28, 5777

Sign in with Facebook

Festas Judaicas (Chaguim)

Shavuot

O Que É Shavuot e Como É Celebrada?

A Torá chama Shavuot de 'A Festividade das Semanas' (Bamidbar 28:26). A própria palavra 'Shavuot' significa 'semanas' em hebraico. Isto se refere às 7 semanas que contamos desde o segundo dia de Pessach (quando uma oferenda de cevada era levada ao Templo Sagrado, em Jerusalém) até a Festa de Shavuot. É, também, um dos três Regalim (Pessach e Sucot são os outros dois), onde, na época em que o Beth Hamikdash, o Grande Templo Sagrado, ali estava erguido, cada homem na Terra de Israel tinha a obrigação de viajar para Jerusalém para celebrar esta festividade.

A Torá é o sangue vital do povo Judeu. Nossos inimigos sempre souberam que quando nós Judeus paramos de estudar a Torá, nossa assimilação é inevitável. Sem conhecimento não há comprometimento. Ninguém pode amar o que não conhece. Uma pessoa não pode fazer ou entender o que nunca aprendeu.

Um Judeu é ordenado a estudar Torá de dia e de noite e ensiná-la a seus filhos. Se quisermos que nossa família permaneça Judia e que nossos filhos se casem dentro da comunidade, então devemos integrar um programa de estudo de Torá em nossas vidas e implementar estes ensinamentos em nosso lar e em nós mesmos. Uma pessoa pode dizer a seus filhos qualquer coisa, mas somente quando eles vêem seus pais estudando e fazendo mitsvot, herdarão o amor em serem Judeus. Lembre-se: um pai somente deve a seu filho 3 coisas: exemplo, exemplo e exemplo!

Da mesma forma que uma pessoa engatinha antes de andar e anda antes de correr, o mesmo se dá com as mitsvot (preceitos). A pessoa deve escolher uma mitsvá, fazê-la bem e depois construir sua própria estrutura sobre ela. Eis aqui algumas sugestões:

1. Ouça alguma fita sobre temas Judaicos ou compareça a uma aula sobre qualquer assunto da Torá a cada mês, pelos próximos 3 meses. Ou compre uma cópia do Pirkei Avot (Ética dos Pais) e leia uma página por dia. É uma dose concentrada de sabedoria sobre a vida.

2. Assegure-se de ter uma mezuzá casher ao menos na porta de entrada de sua casa. (O lar Judeu deve ter mezuzót nas portas de todos os recintos, exceto o banheiro). Aprenda sobre o profundo significado da mezuzá e reflita sobre ele quando olhar para cada mezuzá.

3. Escolha algum alimento não casher e não o coma - apenas porque você é Judeu.

4. Fale o Shemá Israel e os 3 parágrafos seguintes pelo menos uma vez por dia. Aprenda o significado das palavras e as idéias nelas incluídas. Isto mudará seu enfoque e suas atitudes. Procure um Sidur com tradução.

5. Faça um Shabat especial: acenda 2 velas, com sua respectiva bênção, antes do pôr-do-sol. Faça, também, uma refeição familiar de Shabat na sexta-feira à noite, com Kidush, Netilat Yadaim (lavagem ritual das mãos, vertendo água 3 vezes em cada mão) e HaMotzi (a benção antes de comer Chalá).

6. Leia a porção semanal da Torá! O Todo-Poderoso deu a Torá para nós como um presente. Ela é o manual de instruções de nossas vidas: como ser feliz, escolher o cônjuge certo, fazer o casamento funcionar, criar nossos filhos com valores verdadeiros, ter mais alegria na vida, etc. Isto o manterá conectado e o colocará num atalho para seu crescimento pessoal e espiritual!

O Talmud diz: "Todos os inícios são difíceis".

Em Shavuot existe o costume de passarmos a noite inteira acordados, estudando Torá. Virtualmente todas as sinagogas e Yeshivot têm estudos programados durante a noite, concluindo com a oração matinal de Shacharit. A razão: na manhã em que o Povo Judeu iria receber a Torá, no Monte Sinai, eles dormiram. Nós, agora, podemos retificar a tendência de entregarmo-nos aos nossos instintos, demonstrando esta resolução ao permanecermos acordados toda esta noite. É uma experiência fascinante para compartilharmos com nossos filhos. Procure uma sinagoga com programação para Shavuot e desfrute esta noite especial!

Fonte: Meór HaShabat Fax - Gerson Farberas